COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

Conflitos

NOTA PÚBLICA - Iminência de conflito na ocupação do Complexo Divino Pai Eterno, no sul do Pará

Comissão Pastoral da Terra – CPT Alto Xingu divulga nesta última terça-feira (26), nota pública em que denuncia as ameaças que famílias da Ocupação do Complexo Divino Pai Eterno, na Gleba Pública Federal Misteriosa, vem sofrendo desde 2008, mas têm se intensificado nos últimos anos e meses. Na última sexta-feira (24),  um grupo composto por 05 (cinco) homens não identificados foram vistos descarregando caixas de duas caminhonetes que estavam estacionadas na entrada de uma reserva de mata.

A CPT denuncia que homens acampam nas matas ao redor da ocupação e fazem visitas aos ocupantes anunciando que o pretenso dono da área iria expulsar as famílias e retomar a área. O Complexo Divino Pai Eterno é patrimônio da União, e o pedido de regularização fundiária solicitada pelos supostos donos foi negada pelo INCRA. Em 2020, as famílias receberam visita e ameaça de um dos fazendeiros que disputa ações judiciais pela posse da área. O histórico do conflito na região é de violência: já resultou no assassinato de 05 (cinco) trabalhadores.

Leia a nota na íntegra: 

Leia mais...

Famílias do norte do MT comemoram decisão judicial favorável ao assentamento delas em área pública

Trata-se da sentença da Ação Popular nº. 1070286-05.2020.4.01.3400, que tramita perante a 1ª Vara Federal Cível e Criminal da SSJ de Sinop (MT). As ações já foram sentenciadas pela Justiça Federal de Sinop, todas as áreas foram reconhecidas como de propriedade da União e estão sendo destinadas à Política Pública da Reforma Agrária. Confira:

Leia mais...

CPT Goiás denuncia ameaça de despejo arbitrário de 45 famílias no município de Piranhas

A CPT regional Goiás manifesta repúdio a mais uma tentativa de despejo, em plena crise sanitária. Em Nota Pública, a entidade apela "às autoridades para que garantam o direito de permanência das famílias na terra. Ainda vivemos em meio à pandemia de COVID e, mais do que nunca, somos chamados a colocar o cuidado com a vida e a saúde de nossa população em primeiro lugar". Confira o documento na íntegra:

Leia mais...