COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

Trabalho Escravo

Exploração consentida

Exploração consentida

Portaria do MTE altera definições de trabalho escravo e abre caminho para violações. Em resposta, a Conectas e a Comissão Pastoral da Terra (CPT) enviaram um apelo urgente à ONU que pede a revogação imediata da determinação do governo.

Leia mais:

NOTA PÚBLICA: Nova portaria do ministro do trabalho “acaba” com trabalho escravo

NOTA PÚBLICA: Nova portaria do ministro do trabalho “acaba” com trabalho escravo

Em Nota Pública, a Comissão Pastoral da Terra (CPT), através de sua Campanha de Prevenção e Combate ao Trabalho Escravo, e a Comissão Episcopal Pastoral Especial de Enfrentamento ao Tráfico Humano da CNBB, se manifestam sobre a Portaria do Ministério do Trabalho que "numa só canetada, elimina os principais entraves ao livre exercício do trabalho escravo tais quais estabelecidos por leis, normas e portarias anteriores". Confira:

Leia mais:

Nota de Repúdio à exoneração do chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho

Nota de Repúdio à exoneração do chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo do Ministério do Trabalho

Em Nota, representantes de entidades da sociedade civil, instituições públicas e outros manifestam repúdio e indignação com a exoneração do chefe da Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae), André Esposito Roston. Confira, no documento abaixo, como esse fato ocorreu: 

Leia mais: