COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

A comunidade Landy, ocupação rural no município de São João do Araguaia, região de Marabá, no Pará, sofreu mais uma reintegração de posse na última sexta-feira (29). A área é grilada e está sendo reivindicada pelas famílias para reforma agrária.

 

(Fonte/Imagem: MAB)

Em mais de 10 anos de ocupação, as famílias, através da CPT, estão tentando anular a documentação ilegal de propriedade da área no Instituto de Terras do Pará (ITERPA). O órgão já detectou que a área é grilada e a documentação foi conseguida e forjada de forma ilegal. Porém a burocracia estatal está atrasando o processo de anulação da propriedade da área.

Este é o sétimo despejo feito pela Policia Militar do Pará (PM-PA) contra a comunidade, com liminares concedidas pelo judiciário de Marabá. Em todas às vezes, os camponeses foram despejados de forma violenta, e tiveram violados seus direitos humanos pela Polícia. O território ainda é ameaçado pela construção da hidrelétrica de Marabá.