COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Hoje, 05/06, teve início a 30ª Feira Camponesa, organizada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), na Praça Afrânio Jorge, conhecida como Praça da Faculdade, no bairro do Prado - Maceió/AL. O evento celebra seu aniversário de 15 anos com muita alegria, oferecendo à população alimentos diretamente da roça com preço justo e shows gratuitos, a partir das 19h00.

(CPT Alagoas)

Segundo a agrônoma e coordenadora da CPT em Alagoas, Heloísa Muniz do Amaral, a Feira Camponesa surgiu da necessidade de ter na capital - onde há um mercado muito maior que nos municípios do interior - um espaço de comercialização da produção dos camponeses e camponesas acompanhados pela instituição em assentamentos e acampamentos da luta por reforma agrária. Para ela, "a principal conquista das feiras é a garantia do referido espaço, e a conquista da clientela que estabelece um diálogo muito concreto entre o campo e a cidade".

Em 15 anos, com apoio do Governo do Estado de Alagoas, através do Instituto de Terras de Alagoas (Iteral), a Feira Camponesa proporcionou mudanças na vida dos trabalhadores rurais. Desde que foi criada, muitos passaram a planejar e diversificar sua produção para vender no evento. "Além disso, o fato de ter um espaço de comercialização motiva o aumento da produção", disse Heloísa.

Esta 30ª edição ocorre até sábado, 08/06, pela manhã. O horário de funcionamento é das 05 às 23 horas até sexta-feira, último dia de apresentações artísticas no palco montado no local, e também, quando ocorre o bingo de um carneiro. Entre os músicos e grupos que vão se apresentar estão Kleber Canto, Mulheres na Roda de Samba, Edi Ribeiro, Xameguinho, Wagner Volpone e Pinóquio do Acordeon. Serão três noites de muito forró e samba.

A feira livre, aberta ao público, também conta com uma "Casa de Farinha" (onde a farinha é produzida durante o evento) e restaurante camponês nos horários do almoço e jantar.

Serviço:

30ª Feira Camponesa

Quando? 5, 6, 7 e 8 de junho de 2019

Horário? Das 5 às 23h00

Quanto? Gratuito

 

 

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir