COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Articulação CPT's do Cerrado

Nota Pública: No Cerrado piauiense, comunidades sofrem violências e perdem seus territórios

Nota Pública: No Cerrado piauiense, comunidades sofrem violências e perdem seus territórios

As entidades que compõem a Articulação dos Povos Impactados pelo Matopiba e a Campanha Nacional em Defesa do Cerrado, apoiadas por movimentos e organizações nacionais e internacionais, vêm novamente a público denunciar o alarmante aumento da violência e de violações de direitos às comunidades do Cerrado no Piauí, presentes na região de implementação do Plano de Desenvolvimento Agropecuário do Matopiba (PDA MATOPIBA).

Leia mais:

Fundos de pensão estrangeiros e a aquisição de terras no Brasil em debate na Universidade de Nova York

Fundos de pensão estrangeiros e a aquisição de terras no Brasil em debate na Universidade de Nova York

A segunda edição do Seminário Internacional "Fundos de Pensões, Mercados Financeiros e Especulação do Território" será realizada amanhã, dia 15 de fevereiro, no Centro de Pós-Graduação da Universidade de Nova York (Graduate Center, CUNY), nos Estados Unidos da América, com início às 10 horas (no horário norte-americano). A iniciativa integra uma campanha internacional com foco no papel do fundo de pensão TIAA-Cref e inclui nesta discussão movimentos sociais e estudiosos do Brasil, Canadá, Alemanha e EUA, responsáveis por análises acerca dos mercados financeiros, a questão da terra e os sistemas alimentares. Durante o evento será lançada a mais nova publicação sobre o tema: “Imobiliárias agrícolas transnacionais e a especulação com terras na região do MATOPIBA”.

Leia mais:

No Piauí, povos do Cerrado gritam por territórios livres

No Piauí, povos do Cerrado gritam por territórios livres

Os impactos do agronegócio nas comunidades tradicionais no Cerrado piauiense são enormes. As comunidades sofrem com a precariedade e escassez da água, a impossibilidade de trabalhar na própria terra, são impedidos, muitas vezes, de ir e vir pelas estradas que cortam as grandes lavouras e, inclusive, sofrem pressão psicológica e ameaças de morte.

Leia mais: