COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

Os participantes do IV Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal, – realizado de 06 a 09 de junho, no Seminário São Pio X, em Santarém (PA), lançaram nesta quinta-feira (09), o novo Documento, denominado no texto introdutório como “documento jubilar”, no qual as diretrizes e prioridades elaboradas há 50 anos, são atualizadas à luz do Sínodo para a Amazônia. Confira:

(REPAM)

Da mesma maneira que Santarém em 1972 foi uma acolhida criativa do Concílio Vaticano II e da Conferência de Medellín, o IV Encontro da Igreja Católica na Amazônia Legal dá continuidade às trilhas do Sínodo para a Amazônia e assume suas inspirações ancorado na Exortação Pós-Sinodal ‘Querida Amazônia’ e aponta de forma ousada os caminhos da evangelização no território amazônico.

Representada, no IV Encontro, por religiosos, religiosas, presbíteros, bispos, cardeais, leigos e leigas, a Igreja na Amazônia assume os sonhos do Papa Francisco expressos em ‘Querida Amazônia’ e apresenta linhas prioritárias para a missão, entre elas, o fortalecimento das Comunidades Eclesiais de Base, “que constituem uma dinâmica muito própria da Igreja em nossas dioceses e prelazias”; a ministerialidade, “uma forma de encarnada organização eclesial e uma exigência do processo de encarnação”; a participação das mulheres, por serem “elas que estão nas coordenações, nos ministérios da Palavra e da Eucaristia, na animação litúrgica, no cuidado com os pobres, nos enfrentamentos mais acirrados. São as mais numerosas nos serviços e menos presentes nas instâncias de decisão”.

Leia a íntegra do Documento em anexo