COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

CPT

CPT no Mato Grosso do Sul apresenta dados de conflitos no campo em 2016

CPT no Mato Grosso do Sul apresenta dados de conflitos no campo em 2016

A Comissão Pastoral da Terra no Mato Grosso do Sul (CPT-MS) lançou, no último dia 28 de julho, a publicação “Conflitos no Campo de 2016”, no auditório da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), no município de Dourados (MS). A mesa de lançamento foi composta por Roberto Carlos de Oliveira, agente da CPT, e Flávio Vicente Machado, do Conselho Indigenista Missionário (Cimi).

Leia mais:

CPT lança amanhã, em Salvador, relatório “Conflitos no Campo Brasil 2016”

CPT lança amanhã, em Salvador, relatório “Conflitos no Campo Brasil 2016”

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) registrou no ano de 2016 o total de 1.295 conflitos por terra (o número total de conflitos por terra é a soma de três variáveis: Ocupações - Acampamentos -Ocorrências de Conflito. E foram 1.079 ocorrências de conflitos – onde houve alguma forma de violência –, é o número mais elevado desde quando a CPT iniciou a pesquisa, em 1985. Somente na Bahia foram 132 conflitos por terra, um aumento de 75% em relação a 2015. 61 pessoas foram assassinadas no país ano passado, 22% a mais do que em 2015 e o maior número desde 2003. Quatro delas em território baiano.

Leia mais: