COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

De 31 de julho a 3 de agosto se encontram em Brasília (DF) 58 pessoas no Fórum Nacional das Pastorais Sociais, organismos e Setor de Mobilidade Humana da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O encontro, que acontece no Centro Cultural de Brasília (CCB), tem como objetivo: “Refletir sobre o momento sócio-político e eclesial; partilhar e avaliar a caminhada das articulações regionais e coordenações das pastorais sociais e rever, à luz do documento sobre ‘Considerações Éticas sobre Economia e Finanças’, os desafios pastorais atuais”. Paulo César Moreira, da coordenação nacional da CPT, participou da atividade representando a Pastoral.

(CNBB)

No segundo dia de atividades, 1º de agosto, os participantes farão uma análise da conjuntura política, econômica, social com a colaboração de Francisco Botelho, da Comissão Brasileira de Justiça e Paz, de Brasília (DF), e de dom José Reginaldo Andrietta, bispo da diocese de Jales (SP) e referencial da Pastoral Operária, que analisará a realidade eclesial.

Na pauta, está previsto um estudo do documento: “Considerações Éticas sobre economia e finanças”,  elaborado pelo Dicastério Desenvolvimento Humano Integral e Congregação para a Doutrina da Fé do Vaticano. A parte da tarde do segundo dia, 1º de agosto, será dedicada a apresentação da caminhada das Pastorais Sociais, Organismos e Setor de Mobilidade Humana da CNBB, com enfoque para as articulações destes nos 18 regionais da CNBB, tendo em vista o levantamento dos desafios para sua organização.

Temas como a Jornada Mundial dos Pobres, a Auditoria da Dívida Pública, o Grito dos Excluídos e a 6ª Semana Social Brasileira serão aprofundados e encaminhados na manhã quinta-feira, dia 2 de agosto. O Sínodo para a Amazônia também será tratado pelo grupo. Os participantes retomarão ainda o Plano Trienal das Pastorais Sociais com foco nos Seminários de Formação sobre Incidência Politica e discutirão como potencializar a CF 2019 cujo tema será: “Políticas Públicas”. Uma oficina sobre a sustentabilidade das Pastorais Sociais também será ofertada como subsídio para o trabalho.

A manhã da sexta-feira, 3 de agosto, será dedicada a organizar o Calendário 2019 das Pastorais Sociais, Organismos, Setor de Mobilidade Humana bem como da Comissão Episcopal Pastoral para Ação Social Transformadora da CNBB e a síntese final dos encaminhamentos do Fórum Nacional.

 

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir