COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Joan E. Garcés, Tony Clarke, Monica Hause, Comissão Pastoral da Terra (CPT) e Fernando Funes Aguilar, são alguns dos signatários da carta que aponta Piñera como responsável pelas violações de direitos humanos.

Fonte: El Sigilo / Imagem: Susana Hidalgo - Reprodução BBC Brasil

Por meio de carta aberta, os prêmios Nobel Alternativos condenaram a violação dos direitos humanos que ocorre no Chile no contexto da eclosão social e responsabilizaram diretamente o presidente Sebastián Piñera pelo cenário violento. Eles pedem o fim da repressão policial contra as manifestações.

“A responsabilidade direta que o presidente Sebastián Piñera tem na situação gerada, não apenas por ter agravado a situação dramática dos setores mais pobres com um aumento inconsciente das tarifas de transporte, mas também por ter ordenado e permitido que as forças armadas reprimissem com selvageria os protestos pacíficos ”, disseram na carta.

E acrescentaram que “tudo indica que o presidente do Chile não aplicou as disposições da Constituição para casos de exceção e que, portanto, ele deveria ser acusado pela Justiça e eventualmente julgado. O Chile esteve e está em estado de sítio de fato”.

Também na carta destacaram que "apoiamos fortemente os juízes chilenos consternados com a situação naquele país, que declararam que investigarão até as últimas consequências todas as violações de direitos humanos que foram cometidas e continuam a ser cometidas".

"Pedimos à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) que envie urgentemente seus observadores para coletar informações e testemunhos sobre as graves violações dos direitos humanos que ocorreram e continuam ocorrendo no Chile", acrescentaram.

LEIA TAMBÉM: Nota de Solidariedade da CPT ao Povo do Equador

Declaração Política do VII Congresso da CLOC – Via Campesina

Líder indígena peruano é condenado a seis anos prisão por protesto organizado em 2011

Da mesma forma, as personalidades destacadas expressaram que “somos solidários ao protesto pacífico dos cidadãos do Chile e convocamos todos os atores sociais de todo o mundo para garantir que as disposições da Constituição chilena sobre estados de exceção sejam aplicadas no Chile, e cessar a repressão brutal e ilegal empregada pelos militares”.

“Para a paz, não há necessidade de armas e crueldade. Justiça social, equidade, respeito aos direitos humanos, respeito às minorias, equilíbrio de gênero, democracia real e participação são necessários”, disseram eles.

A carta foi assinada por:

Joan E. Garcés, España

Prêmio Nobel Alternativo 1999

(Right Livelihood Award Laureate 1999)

Tony Clarke, Canadá

Prêmio Nobel Alternativo 2005

(Right Livelihood Award Laureate 2005)

Monica Hauser / Medica Mondiale, Alemania

Prêmio Nobel Alternativo

(Right Livelihood Award Laureate )

Jacqueline Moudeina, Chad

Prêmio Nobel Alternativo 2011

(Right Livelihood Award Laureate 2011)

Comissão Pastoral da Terra (CPT), Brasil

Prêmio Nobel Alternativo 1991

(Right Livelihood Award Laureate 1991)

Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Brasil

Prêmio Nobel Alternativo 1991

(Right Livelihood Award Laureate 1991)

Swami Agnivesh, Índia

Prêmio Nobel Alternativo 2004

(Right Livelihood Award Laureate 2004)

Maude Barlow, Canadá

Prêmio Nobel Alternativo 2005

(Right Livelihood Award Laureate 2005)

Sima Samar, Afganistán

Prêmio Nobel Alternativo 2012

(Right Livelihood Award Laureate 2012)

Martin von Hildebrand / COAMA, Colombia

Prêmio Nobel Alternativo 1999

(Right Livelihood Award Laureate 1999)

Daniel Ellsberg, Estados Unidos (USA)

Prêmio Nobel Alternativo 2006

(Right Livelihood Award Laureate 2006)

Fernando Funes Aguilar, Cuba

Prêmio Nobel Alternativo 1999

(Right Livelihood Award Laureate 1999)

Fernando Rendón / Festival Internacional de Poesía de Medellín, Colombia

Prêmio Nobel Alternativo 2006

(Right Livelihood Award Laureate 2006)

Walden Bello, Filipinas

Prêmio Nobel Alternativo 2003

(Right Livelihood Award Laureate 2003)

Yetnebersh Nigussie, Etiopía

Prêmio Nobel Alternativo 2017

(Right Livelihood Award Laureate 2017)

Anwar Fazal, Malásia

Prêmio Nobel Alternativo 1982

(Right Livelihood Award Laureate 1982)

Raúl Montenegro, Argentina

Prêmio Nobel Alternativo 2004

(Right Livelihood Award Laureate 2004)

Hunter Lovins, Estados Unidos (USA)

Prêmio Nobel Alternativo 1983

(Right Livelihood Award Laureate 1983)

Erik Dammann / The Future in Our Hands, Noruega

Prêmio Nobel Alternativo 1982

(Right Livelihood Award Laureate 1982)

John F.C. Turner, Reino Unido

Prêmio Nobel Alternativo 1988

(Right Livelihood Award Laureate 1988)

Henk Hobbelink / GRAIN, España

Prêmio Nobel Alternativo 2011

(Right Livelihood Award Laureate 2011)

Angie Zelter / Trident Ploughshares, Reino Unido (UK)

Prêmio Nobel Alternativo 2001

(Right Livelihood Award Laureate 2001)

Alice Tepper Marlin, Estados Unidos (USA)

Prêmio Nobel Alternativo 1990

(Right Livelihood Award Laureate 1990)

Martin Almada, Paraguay

Prêmio Nobel Alternativo 2002

(Right Livelihood Award Laureate 2002)

Dipal Barua / Grameen Bank, Bangladesh

Prêmio Nobel Alternativo 2007

(Right Livelihood Award Laureate 2007)

Theo van Boven, Holanda

Prêmio Nobel Alternativo 1985

(Right Livelihood Award Laureate 1985)

Fernando Basil / AHRC, Hong Kong SAR, China

Prêmio Nobel Alternativo 2014

(Right Livelihood Award Laureate 2014)

Helen Mack Chang, Guatemala

Prêmio Nobel Alternativo 1992

(Right Livelihood Award Laureate 1992)

Campus Valdivia, Right Livelihood College, Chile

Universidad Austral, Chile

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir 

Christian Henriquez, Coordinador del Campus / Campus’ Coordinator

Campus Cordoba, Right Livelihood College, Argentina

Facultad de Psicología, Universidad Nacional de Córdoba, Argentina Raúl A. Montenegro, Director del Campus / Campus’ Director

David Shaw

Right Livelihood College, Campus Santa Cruz, Estados Unidos (USA)

Ángela Morales Araya

Right Livelihood College, Campus Valdivia, Chile.

Bárbara Siegenthal

Right Livelihood College, Campus Córdoba, Argentina.

Francisco Rapela

Right Livelihood College, Campus Córdoba, Argentina.

Dolores Hernández

Right Livelihood College, Campus Córdoba, Argentina.