COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Três posseiros foram assassinados na fazenda Belo Horizonte, em Jaru (RO): João Ribeiro dos Anjos, Elizeu Bento Franco e Osmar Soares Sindra. O crime foi cometido por dois jagunços provavelmente a mando de madeireiros que invadiram a terra, pertencente, à época, ao Seringal Bom Futuro. O INCRA não sabia se a proprietária havia vendido a terra para algum dos madeireiros.

(Foto: CEDOC Dom Tomás Balduino)

Crédito dados: CEDOC Dom Tomás Balduino / CPT

Conteúdo sob licenciamento Creative Commons