COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Conhecido como “Massacre da Santa Elmira”, publicado em livro de autoria do frei franciscano Sérgio Görgen, este caso combina o despejo de 500 famílias de forma violenta pela polícia, a prisão ilegal de mais de 20 sem terras que foram torturados com espancamento, ameaças com revólveres, obrigados a deitarem-se nus sobre formigueiros e intoxicação por gás, além do assassinato de seis crianças quando um avião que jogava agrotóxicos nas lavouras de soja da região passou sobre o acampamento de Rincão do Ivaí com os esguichos abertos. Havia aproximadamente 1300 a 3800 hectares conflitivos. Diversos outros conflitos e violências se seguiram neste que foi um dos mais graves incidentes de terra no Rio Grande do Sul.

Crédito dados: CEDOC Dom Tomás Balduino / CPT

Conteúdo sob licenciamento Creative Commons