COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Após ocupação da fazenda São Francisco, de 3500 hectares, por cerca de 200 famílias, em Eldorado dos Carajás, no dia 21/08/1996, pistoleiros invadiram a área e sequestraram quatro posseiros, que foram amarrados, interrogados e torturados na sede da fazenda. Três foram mortos com tiros na cabeça há alguns quilômetros dali: Manoel Soares de Souza, Sebastião Paulo de Miranda e Manoel de Jesus Gonçalves. O outro posseiro fingiu-se de morto para sobreviver, tendo depois fugido e denunciado o ocorrido.

Meses depois, em 04/01/1997, outros dois posseiros foram assassinados com mais de 20 tiros. Um terceiro, que sobreviveu, denunciou à polícia. Os sobreviventes permaneceram escondidos e ameaçados de morte. Mesmo sem condenações e com a morosidade nas investigações criminais, o ministério da Política Fundiária e Reforma Agrária encaminhou a desapropriação da fazenda por ser improdutiva. O INCRA informou que 70 famílias ocupam a área.

Crédito dados: CEDOC Dom Tomás Balduino / CPT

Conteúdo sob licenciamento Creative Commons