COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Seis trabalhadores rurais de Belém (PA) foram escravizados na Fazenda Plis, em Paragominas (PA) no ano de 1985. Eles haviam sido contratados para abertura de picada por 10 mil cruzeiros ao dia, mas trabalhavam se descanso e sem remuneração. Em consequência de conflito originado nesta exploração de trabalho escravo, no dia 20/09/1985, três deles foram mortos por pistoleiros contratados pelo fazendeiro: Antônio B. Ferreira Varela, Raimundo Ferreira Brandão e Eder F. Santos. Na ocasião, os demais estavam desaparecidos e um deles, Marcus José Souza Silva, conseguiu fugir com a ajuda de outro fazendeiro, tendo denunciado os crimes junto aos familiares dos desaparecidos.

Crédito dados: CEDOC Dom Tomás Balduino / CPT

Conteúdo sob licenciamento Creative Commons