COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Na fazenda Castanhal Ubá, sudeste paraense, seis posseiros – dentre eles, uma adolescente de 13 anos grávida – foram mortos por um grupo de pistoleiros chefiados por Edmundo do Virgulino, Miguel Marabá e Sebastião Pereira Dias (conhecido como Sebastião da Teresona), este último acusado por aproximadamente 50 assassinatos de aluguel. Os posseiros mortos foram José Gonçalves de Souza, João Evangelista Vilarins, Francisco Pereira Alves, Luis Carlos Pereira Souza, Januário Ferreira Lima e Francisca de Souza. Uma semana depois, o mesmo grupo de pistoleiros promoveu mais um massacre contra posseiros na mesma região. No ano de 1991, os pistoleiros foram julgados e condenados por outros assassinatos não vinculados a conflitos por terra. Em 1995, morreu na cadeia, em meio a uma rebelião, o pistoleiro Sebastião da Teresona, sem nunca ter sido levado a júri pelos crimes contra trabalhadores rurais.

(Foto: CEDOC Dom Tomás Balduino)

Crédito dados: CEDOC Dom Tomás Balduino / CPT

Conteúdo sob licenciamento Creative Commons