COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

A ação é composta por representantes de 15 instituições ligadas a igrejas no Brasil, América Latina, e Holanda. A Missão Ecumênica acontece nesta quarta e quinta-feira. Dom Enemésio Lazzaris, presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e bispo de Balsas, no Maranhão, representará a entidade no ato.  

 

(Fonte: Fórum Unitário dos Movimentos Sociais e Sindicais do Campo e da Cidade)

Uma missão ecumênica, composta por quinze instituições religiosas do Brasil, América Latina e uma da Holanda, visitará Mato Grosso do Sul nos próximos dias 7 e 8 em solidariedade aos povos Guarani-Kaiowá e em defesa da criação da CPI do Genocídio para que sejam investigados os crimes e violência cometidos contra os povos indígenas do estado.

Conforme dados do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), nos últimos 12 anos foram assassinados 390 indígenas e 585 cometeram suicídio. Este cenário de violência, entre outros fatores, é visto como uma política de genocídio.

As instituições também estão solidárias ao Cimi e às lideranças indígenas que estão sendo investigadas por uma CPI criada pela Assembleia Legislativa do Estado. Essa CPI é vista como uma tentativa dos ruralistas de criminalizar lideranças indígenas e religiosos e tirar do foco das atenções as graves violações dos direitos humanos no Estado. A missão será acompanhada por jornalistas internacionais.

No dia 7, às 15h, está previsto um ato ecumênico na Assembleia Legislativa. No dia 8, a missão segue para Dourados, onde fará uma visita às comunidades indígenas Apikay e Guyra Kamby’i por volta das 8h30.

Com o assassinato do líder indígena Simeão Vilhalva, no tekoha Ñanderu Marangatu, no município de Antônio João, há pouco mais de um mês e os 12 ataques contra quatro comunidades indígenas em menos de trinta dias, as insituições querem que as autoridades estaduais e federais adotem providências imediatas.

Fazem parte da missão ecumênica as seguintes instituições: CESE - Coordenadoria Ecumênica de Serviço,  IEAB - Igreja Anglicana ( Comissão Nacional de Incidência Publica da IEAB), CLAI - Conselho Latino-Americano de Igrejas, Aliança Brasileira de Batistas, CPT (Comissão Pastoral da Terra), Igreja Presbiteriana Unida, CONIC -  Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, KOINONIA e Ogam no Camdomblé, FLD - Fundação Luterana de Diaconia, Rede Jubileu Sul, Cáritas Brasileira, COMIN - Conselho de Missão entre Povos Indígenas, REJU - Rede Ecumênica de Juventudes, CEBI - Centro de Estudos Bíblicos e Kerkinactie/Holanda. Para acompanhar a mobilização, clique aqui.

Serviço :

Dia 7 –

15h: Ato Público na Assembleia Legislativa 

Dia 8 –

8h30: Visita às comunidades indígenas localizadas na região de Dourados

Mais informações:

Karina Vilas Boas - 91426522 (Jornalista) e Edmilson Schinelo (CEBI - Centro de Estudos Bíblicos) - (67) 9600-2710/3365-9513.