COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

Nesta quinta-feira, 18 de maio, às 19 horas, será lançada, durante coletiva de imprensa no Centro de Formação Nossa Senhora de Guadalupe, em Balsas (MA), a 1º Romaria Nacional do Cerrado, que acontecerá na cidade nos dias 29 e 30 de setembro de 2017. E antecedendo a Romaria, entre os dias 27 e 29 de setembro, ocorrerá o Encontro de culturas, realidades, e resistências dos povos e comunidades do Cerrado.

 

“Cerrado: os povos gritam por água e território livre” é o tema desta primeira edição da Romaria Nacional do Cerrado. E o lema é “Bendita és tu, ó Mãe Água, que nasce e corre no coração do Cerrado, alimentando a vida”. A água, como se pode notar, é fator essencial nesta romaria, assim como os povos e comunidades do Cerrado. E não podia ser diferente, já que o bioma é responsável por alimentar grandes rios e bacias hidrográficas do nosso país. E os povos e comunidades do Cerrado são os verdadeiros guardiões da "Nossa Casa Comum".

Para Dom Enemésio Lazzaris, bispo de Balsas e presidente da Comissão Pastoral da Terra (CPT), a romaria será um importante espaço de reflexão sobre a rica biodiversidade do Cerrado, as comunidades tradicionais e povos originários "impactados por barragens, mineração, pela monocultura da soja, do milho, do eucalipto, e, como se não bastasse, surge também a ameaça do MATOPIBA", afirma. Lazzaris destaca ainda que a romaria é uma forma de dar "continuidade à Campanha da Fraternidade, que neste ano nos ajudou a entender melhor a importância dos seis biomas que compõem o território brasileiro e a nos comprometer ainda mais com o cuidado da criação", ressalta.

Histórico - A Romaria Nacional do Cerrado faz parte de um processo de mobilização e formação dos povos e comunidades, e nasce a partir de várias ações regionais, estaduais e interestaduais. Em 2013, em Luziânia (GO), foi realizado o primeiro Encontro das Comunidades e Povos do Cerrado. Depois disso, nos estados que compõem este bioma, ocorreram romarias do Cerrado, Semanas do Cerrado, Encontro Regional dos Povos e Comunidades Impactadas pelo MATOPIBA, feiras do Cerrado, Grito e Resistência do Cerrado, Tenda dos Povos do Cerrado, e muitos outros eventos e ações. 

Organização - A primeira Romaria Nacional do Cerrado é organizada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT), Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) Regional Nordeste 5, Diocese de Balsas, Pastorais Sociais, Conselho Indigenista Missionário (Cimi), Federação dos Trabalhadores e Trabalhadores na Agricultura do Maranhão (Fetaema), Cáritas, Fórum Carajás, Serviço Pastoral do Migrante (SPM) e demais parceiros. 

Campanha - Nesta quinta-feira, também será lançada em Balsas a Campanha Nacional em Defesa do Cerrado - promovida por 45 organizações, pastorais, e movimentos sociais -, cujo tema é “Cerrado, berço das águas: Sem Cerrado, Sem Água, Sem Vida”.  A água é um dos temas centrais desta iniciativa, pois o Cerrado é conhecido como a “Caixa d´água do Brasil”. É aqui, neste bioma, onde nascem as três principais bacias hidrográficas da América do Sul: Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata. “Defender o Cerrado é preservar as águas, é preservar a vida e todos e todas são responsáveis por isso”, ressalta Isolete Wichinieski, da CPT, organização que compõe a Campanha.

“A campanha tem várias dimensões. Uma primeira é dar visibilidade à presença da diversidade humana, cultural e natural do Cerrado. Outra é visibilizar a importância do bioma para o conjunto da vida em outras regiões, isso quanto à questão da água, por exemplo. E ainda, por outro lado, mostrar como tudo isso está em risco. Por isso não é só uma campanha dos povos e organizações do Cerrado, mas de todos brasileiros”, destaca Gilberto Vieira, do Cimi, organização que compõe a Campanha.

Serviço:

Coletiva de Imprensa de lançamento da 1º Romaria Nacional do Cerrado.

Quando? Quinta-feira, 18 de maio, às 19 horas (horário local).

Onde? Centro de Formação Nossa Senhora de Guadalupe, Rua Isaac Martins, S/N, Centro – Balsas / Maranhão.

Mais informações:

Eanes Silva (assessoria de comunicação da Diocese de Balsas): (99) 98813-7900 / 98115-4868

Elvis Marques (assessoria de comunicação da CPT Nacional): (62) 99309-6781