COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

A Romaria da Terra e das Águas de 2015 acontece nos dias 28 e 29 de novembro em Branquinha, zona da mata alagoana. Sua 28ª edição traz o tema Dignidade, Vida, Partilha e Paz e convida a população para combater a miséria e a violência no campo, gerada pelo latifúndio e o monopólio da cana-de-açúcar.

 

 

(CPT Alagoas)

Sob o lema Da dependência da cana à liberdade humana, os romeiros e as romeiras, vindos de todas as regiões de Alagoas, se reunirão a partir das 20 horas do dia 28, no terceiro platô, área de casas populares construídas para as vítimas das enchentes de 2010. Lá assistirão apresentações culturais e os documentários Tabuleiro de Cana Xadrez de Cativeiro e Maldita sejam todas as cercas. À meia-noite, será celebrada a Santa Missa e, logo após a celebração, o povo segue em romaria até o assentamento Zumbi dos Palmares, um percurso de 8km.

Organizada pela Comissão Pastoral da Terra – CPT/Alagoas, Arquidiocese de Maceió e Paróquia de São Sebastião, a Romaria prevê quatro paradas com reflexões sobre cada palavra que compõe o tema. Tendo a Comunidade Nossa Senhora de Fátima conduzindo a reflexão sobre Dignidade, a Juventude da paroquia sobre Vida, os membros da Pastoral da Terra sobre Partilha e os assentados de Zumbi dos Palmares, Lucilene e Jacó, sobre Paz.

“Iremos relembrar a luta do povo Hebreu, que liderados por Moisés marcharam em busca da terra prometida, de liberdade. Queremos convidar a toda população para caminhar em Romaria em defesa de justiça social”, afirmou Carlos Lima, coordenador regional da CPT, convidando para a Romaria.

 

Serviço

28ª Romaria da Terra e das Águas

Dias 28 e 29 de novembro de 2015

Local: Branquinha/Alagoas

Horário: a partir das 20 horas

 

Programação

20h – Documentário: Tabuleiro de Cana Xadrez de Cativeiro

20h30min – Banda de Fanfarra de Branquinha

21h30min – Pastoril

22h – Poesia de Cordel (Lucilene)

22h30min - Capoeira

23h – Documentário: Maldita sejam todas as cercas

00h – Celebração da Santa Missa

Paradas:

1ª – Dignidade: Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Platô)

2ª – Vida: Juventude (Matriz)

3ª – Partilha: Pastoral da Terra (Assentamento Eldorado dos Carajás)

4ª – Paz: Lucilene e Jacó (Assentamento Zumbi dos Palmares – onde foi assassinado Sebastião Agrício)

 

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir