COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

37ª Romaria da Terra e das Águas começa nesta sexta-feira, 04 de julho, em Bom Jesus da Lapa – BA, reunindo romeiros e romeiras de todo o estado da Bahia e de vários outros estados.

 

Romeiras e romeiras, organizações populares, associações, sindicatos, movimentos sociais, paróquias e dioceses de todo estado da Bahia estarão reunidos a partir de amanha, sexta-feira, 04 de julho, até o dia 06, em Bom Jesus da Lapa-BA, participando da 37ª Romaria da Terra e das Águas. O encontro, que tem como tema “Libertar a Terra é defender a vida”, é sempre um momento de troca e reflexão sobre a realidade social, política, econômica, ambiental e cultural, bem como de renovação da fé, organização, luta e compromisso do povo por uma sociedade mais justa e fraterna. A Romaria é realizada pela Comissão Pastoral da Terra Bahia – CPT em parceria com organizações populares e dioceses.

Os problemas enfrentados pelas comunidades acompanhadas pela CPT, como migração, aumento da violência no campo e na cidade, sucateamento do sistema de saúde pública e do ensino, esgotamento dos recursos naturais por parte dos grandes projetos governamentais e privados, latifúndios da água, do vento, do sol e da terra, aumento do narcotráfico, trafico de pessoas, trabalho escravo, dentre outros, são refletidos durante todo o encontro nos espaços dos plenarinhos.

Além desses espaços exclusivos de reflexão da luta comum, a programação da Romaria conta ainda com a via-sacra, mais um momento de denúncia dos inúmeros desmandos que estão levando a um caos social e de anúncio da urgência em reacender a chama da esperança e do vigor que liberta de todo e qualquer tipo de opressão.

No último dia da Romaria, todo o grupo se reúne em um grande plenário, socializando as discussões dos plenarinhos, celebrando o compromisso de continuar o processo de organização e luta

História - Na Bahia, desde o ano de 1976, a CPT começou a valorizar as potencialidades da inspiração que se chama Romaria da Terra e das Águas. Foi neste ano que realizou-se a proto-romaria da terra ao Bom Jesus da Lapa, por parte de cerca 300 trabalhadores e trabalhadoras da região de Itaetê e Nova Redenção, da região de Ruy Barbosa.

A partir desta, por 37 anos ininterruptos, milhares de trabalhadores e trabalhadoras dos meios populares se congregam por três dias no santuário de Bom Jesus da Lapa, na beira do São Francisco. Ali, com a criatividade e simplicidade típica dos meios populares, celebram momentos de intensa religiosidade e oração junto com caminhadas, manifestações culturais, reflexão e intercâmbio de experiências entre os participantes.

 

Programação:

Sexta-feira, 04/07

19h – Abertura, na Esplanada

Sábado, 05/07

5h30 - Ofício de Nossa Senhora, na Esplanada

08h30 – Plenarinhos, em diversos locais

14h – Celebração da Misericórdia – Confissões, na Gruta da Soledade

16h – Via-sacra, saída da Esplanada

20h – Noite cultural, no Colégio São Vicente

Domingo, 06/07

5h30 – Missa da Ressurreição, na Esplanada

08h – Grande plenário, na Gruta da Soledade

11h – Encerramento e envio

 

Plenarinhos:

Criança é para ser amada, e não explorada e abandonada – no salão Nova Brasília

Terra e território, liberdade e não escravidão – na Igreja São José Operário

Fé e política: CEBs “Justiça e Profecia a Serviço da Vida” – no Centro de Treinamento de Líderes

Libertar a juventude do campo e da cidade – na Escola Promove Júnior

Rio São Francisco e outras bacias hidrográficas: como salvá-las – na igreja Bom Jesus dos Navegantes

 

Assessoria de comunicação:

Marilda Ferri: 71 9968-3672

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir