COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

No dia 18 de julho, Januária recebeu 5 mil romeiros para a 14ª Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais.

 


 

“Nas terras e águas dos Gerais, a memória da resistência de nossos ancestrais”, com esse lema Januária (MG) recebeu a 14ª Romaria das Águas e da Terra de Minas Gerais. No dia 18 de julho, a cidade acolheu cerca de 5 mil romeiros de todo o estado e do país. Esse ano, a Romaria teve como tema “Terra e água partilhada, herança de Deus resgatada” e teve como objetivo ser um momento de anúncio da vitória da vida, da organização do povo e denúncia frente à violência do sistema capitalista neoliberal. O município de Januária e sua região são marcados pela presença de várias comunidades tradicionais, como os indígenas Xakriabá; os quilombolas; pescadores; vazanteiros; ribeirinhos; geraizeiros e outras, que lutam para garantir e preservar seus territórios. A resistência dessas comunidades é um forte exemplo de profecia e poesia. Durante a Romaria foram recolhidas assinaturas para duas campanhas: a do Limite da Propriedade da Terra e a Campanha Opará.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir