COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

A 4ª Romaria da Floresta foi realizada de 22 a 25 de julho de 2009 e, novamente, percorreu um trajeto de 55 quilômetros entre a cidade de Anapu e o PDS onde irmã Dorohty foi assassinada.

 


A Romaria da Floresta, realizada há três anos em Anapu (PA), tem representado um momento em que, segundo o Comitê Dorothy, “fé e vida se mesclam profundamente e o clamor do povo do campo se faz ouvir”. A Romaria tem sido um ato em memória à vida, ao sonho e à missão da missionária Dorothy Stang, assassinada em 12 de fevereiro de 2005, por desafiar a ação ambiciosa do agronegócio, ao defender a implantação dos Projetos de Desenvolvimento Sustentável (PDS) como uma possibilidade de vida digna para o povo da Amazônia em harmonia com a floresta. A caminhada tem fortalecido a mística desse povo que luta no meio da mata, por justiça social e pela defesa do meio ambiente. Este ano ela foi realizada de 22 a 25 de julho de 2009 e, novamente, percorreu um trajeto de 55 quilômetros entre a cidade de Anapu e o PDS onde irmã Dorohty foi assassinada. De acordo com o Comitê Dorothy, essa celebração fortalece a organização social, fazendo com que o povo de Anapu ecoe no meio da floresta o seu clamor, dizendo que o sonho e a luta de irmã Dorothy continuam vivos, e que seu sangue alimenta a vida de seu povo e da floresta.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir