COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

Na Paraíba, na noite do dia 7 de outubro de 2006, duas Romarias da Terra reuniram cerca de 16 mil pessoas. A 14ª Romaria da Terra do Brejo paraibano, promovida pela CPT e pela diocese de Guarabira, e a 18ª Romaria da Terra, promovida pela arquidiocese de João Pessoa, na noite do mesmo dia, onde 6 mil pessoas caminharam 14 quilômetros entre Jacaraú e o acampamento de Jardim, Curral de Cima.

 


14ª Romaria da Terra do Brejo paraibano e 18ª Romaria da Terra da Paraíba

Na Paraíba, na noite do dia 7 de outubro de 2006, duas Romarias da Terra reuniram cerca de 16 mil pessoas. A 14ª Romaria da Terra do Brejo paraibano, promovida pela CPT e pela diocese de Guarabira, contou com a participação de 10 mil romeiros e romeiras que caminharam 17 quilômetros na serra de Araruna. Eles reafirmaram que “os pobres possuirão a terra” e destacaram a importância da terra, da água, da ecologia e dos mártires. A arquidiocese de João Pessoa realizou na mesma noite a 18ª Romaria da Terra, onde 6 mil pessoas caminharam 14 quilômetros entre Jacaraú e o acampamento de Jardim, Curral de Cima. Entre os romeiros estava Dom José Maria Pires, bispo patriarca das lutas camponesas no Estado, e que, junto com os caminhantes, afirmava que “pela resistência os pobres possuirão a terra”.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir