COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

A 28ª Romaria da Terra e da Água do Rio Grande do Sul, realizada no dia 8 de fevereiro de 2005, teve como tema “Nossas sementes, nossas raízes, nossa vida”. Organizada pela CPT Rio Grande do Sul, Diocese de Santa Cruz do Sul e CNBB Sul III, a Romaria foi acolhida pelo município de Cruzeiro do Sul.


Rio Grande do Sul celebra as sementes

A 28ª Romaria da Terra e da Água do Rio Grande do Sul, realizada no dia 8 de fevereiro de 2005, teve como tema “Nossas sementes, nossas raízes, nossa vida”. Organizada pela CPT Rio Grande do Sul, Diocese de Santa Cruz do Sul e CNBB Sul III, a Romaria foi acolhida pelo município de Cruzeiro do Sul. A primeira caminhada aconteceu em São Gabriel, em 1978, e desde então é realizada todos os anos na terça-feira de Carnaval, lembrando o martírio de Sepé Tiarajú e sua luta pela terra e pela vida.

A 28ª Romaria buscou alertar a sociedade para o monopólio das sementes por empresas multinacionais e o cultivo de transgênicos. Os romeiros ainda afirmaram a importância do pequeno agricultor resgatar e preservar as sementes tradicionais (crioulas), como forma de resistência, soberania alimentar, proteção do meio ambiente e da autonomia dos camponeses.

Já na propriedade de Marlene dos Santos, a celebração foi realizada pelo Pastor Werner Fuchs, da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, do estado do Paraná. Na parte da tarde houve o lançamento do livro “Os novos desafios da Agricultura Camponesa”, de Frei Sérgio Görgen, e momento cultural, com fala de entidades, movimentos sociais, grupos étnicos e músicas

CPT Rio Grande do Sul

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir