COMISSÃO PASTORAL DA TERRA

 

 

 

A água, elemento essencial para a vida humana e para a natureza, não é acessível a todos e pode ficar cada vez mais escassa. Esta foi uma das reflexões feita por cerca de quatro mil pessoas que participaram da 4ª Romaria da Terra e das Águas, promovida pela CPT Mato Grosso do Sul, no dia 25 de julho de 2004, em Três Lagoas.


A água, elemento essencial para a vida humana e para a natureza, não é acessível a todos e pode ficar cada vez mais escassa. Esta foi uma das reflexões feita por cerca de quatro mil pessoas que participaram da 4ª Romaria da Terra e das Águas, promovida pela CPT Mato Grosso do Sul, no dia 25 de julho, em Três Lagoas.

A caminhada, que teve o tema Água: Dádiva de Deus, Fonte de Vida, começou com uma celebração. Logo depois, os romeiros se deslocaram, de ônibus, até a Praça do Cristo, onde foi realizada a celebração da Penitência. Em seguida, caminhando, os participantes carregaram a cruz até o rio Paraná (Jupiá). Chegando lá, a cruz foi fincada e se realizou a celebração do lava cruz.

Na metade do dia, os romeiros participaram de um almoço. Por volta das 15 horas, houve uma celebração, encerrando a 4ª Romaria, que teve o apoio da Diocese de Três Lagos, padres e leigos.

Gostou dessa informação?

Quer contribuir para que o trabalho da CPT e a luta dos povos do campo, das águas e das florestas continue? 

Clique aqui e veja como contribuir